Gordilho - escultor
esculturas de resina poliester esféricas

poliester resin spherical sculptures

Ferreira Gullar - poeta e crítico de arte
... as esculturas de Gordilho parecem feitas de luz, luz sólida e detida, luz lenta, tornada plano, volume, superfície, textura.


leia abaixo o texto completo sobre as esculturas de Gordilho em resina poliester 1991

 

textos de críticos de arte
clique para ver cartazes de exposições l
tabela de preços
contato


click para ir à página principal / click to go home


A massa da luz
Pintura, escultura, gravura - são todas elas artes da luz: da luz e da sombra, da luz e da cor, da luz e da opacidade. A simples expressão artes visuais já indica essa filiação a luz. Sim, por que ver é captar luz. A ausência da luz é a ausência das formas e das cores - ausência de visão. Assim, cada qual a seu modo, a pintura, a gravura, a escultura lidam com a luz, que é a matéria essencial do olhar. A escultura, que tradicionalmente usa material opaco, como a pedra, enfrenta o desafio de, pela modulação da superfície, iluminar-lhe o cerne escuro. Porque dentro da pedra é sempre noite, treva, que o artista quer dissipar. Essa luta levou a escultura moderna a trocar a massa pela ausência da massa - o claro vazio. Edgard Gordilho, ao optar pela resina de poliester, optou por uma maneira nova de lidar com a luz e a forma. Usando matéria permeável à luz, sua linguagem de escultor tem que ser outra: não se trata de modular a superfície para vencer a opacidade da massa que neste caso, não existe: a própria luz que modula a superfície traspassa a forma, devassa-a. A treva "metafísica" da pedra desaparece pela ação real da luz. Por isso as esculturas de Gordilho parecem feitas de luz, luz sólida e detida, luz lenta, tornada plano, volume, superfície, textura. E nesse trato com a matéria nova, que obriga a uma linguagem nova, ele foi inventando essa mesma linguagem, nos contrastes da forma definida e da forma indefinida, do acabado e do inacabado, o nascer da forma em sua placenta de luz. E aos poucos surge a cor, uma cor só possível ali e que corre o risco de se tornar decorativa, mero enfeite da forma. Mas ele o percebe e luta contra isso, para integrá-la na voz articulada de sua escultura, nos seus glóbulos luminosos, planetas imaginários que nos induzem ao sonho.

Ferreira Gullar

apresentação da exposição de 1991 na Galeria Aktuell no Rio de Janeiro

The mass of light

Painting, sculpture, gravure - are all arts of light: of light and shadow, of light and color, of light and opacity. The simple expression visual arts already indicates that light filiation. Yes, because seeing is captivating light. The absence of light is the absence of forms and colors - vision absence. Therefore, each in it's own way, the paiting, the gravure, the sculpture deals with light, which is the essencial matter of look. The sculpture, which traditionally uses opaque material, like stone, faces the challenge of, by the surface's modulation, illuminate the dark core. Because in the stone is always night, darkness, which the artist wants to dissipate. This fight made the modern sculpture change the mass for the absence of the mass - the empty light-colored. Edgard Gordilho, while choosing a polyester resin, chose a new way of dealing with the light and the form. Using matter wich is permeable to light the sculpture's languege has to be another one: it's not by modulating the surface to win the mass's opacity, which in this case doesn't exist: the light it self that modulates the surface trespasses the form, divulges it. The "methaphysics" darkness of the stone disappears by real action of the light. That is why Gordilho's sculptures seen as if they were made by light, solid and arrested light, slowly light, turned flat, volume, surface, texture. And in this deal with the new material which demands a new language, he went inventing this same language, in the contrast of the definitive form and the indefinitive form, of the finished and the unfinished, the birth of the form in it's light placenta. And little by little the color appears, a color only possible there and that takes the risk of turning decorative, a simple ornament of the form. But he notices this and fight against it, to integrate it in the articulated voice of his sculpture, in his luminated globules, imaginary planets which induces us to dream.

 


esculturas esféricas - formadas pela decomposição de uma esfera
clique abaixo para ver estas esculturas girando

click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
clique para ver maior

clique nas imagens abaixo para ver estas esculturas maiores

click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
click para ver maior
clique
clique
clique
clique
clique
clique
clique
clique
clique
clique
clique
clique

 

 







click para ver o estúdio
veja outras esculturas de resina esféricas no estúdio do artista
take a look at the studium

click para ver os projetos aprovados nas Leis de Incentivo à Cultura


tabela de preços

contato

 

 

tags gordilho texto Ferreira Gullar poeta crítico de arte texto esculturas esféricas resina poliester